Rock clássico com FLEETWOOD MAC com seu Best Seller “Rumours”.

Os anos 70 foram fundamentais para que o sucesso do Fleetwood Mac se solidificasse no mundo todo, ao longo do tempo, a banda teve várias formações, sempre lideradas por Mick Fleetwood e John McVie, Christine McVie também faz parte da banda praticamente desde seu início, porém foi em 1974 com a entrada do casal americano Lindsey Buckingham e Steve Nicks que a fama veio. Após lançarem o grande álbum “Fleetwood Mac” ainda em 1974, já com essa nova formação, foi no disco seguinte que veio o grande trabalho da história do Mac, “Rumours”, que foi lançado em 04.02.1977 e teve alguns dos maiores sucessos do grupo, porém, durante todo o processo de gravação do álbum, havia muita tensão entre os integrantes da banda, pois todos passavam por problemas conjugais e isso foi diretamente refletido nas músicas, os casais John / Christine McVie e Nicks / Buckingham, estavam se separando, além do baterista Mick Fleetewood, que foi traído pela mulher com seu melhor amigo e também terminou seu casamento. Soma-se a isso o excessivo abuso de drogas, deixando o clima péssimo entre todos eles, chegando ao ponto de mal se falarem durante as sessões.

“Blood Sugar Sex Magik” (1991), obra-prima do RED HOT CHILI PEPPERS!

]New Wave com “Business As Usual”, o maior sucesso do MEN AT WORK!

São 11 faixas em aproximadamente 40 minutos do mais puro Soft Rock, também é um trabalho mais pop que os anteriores. O Folk e Country também estão presentes no álbum, principalmente por Nicks e Buckingham, que já tocavam juntos antes do Mac. As letras basicamente falam desse período turbulento da banda: Amor, relacionamentos, de como levar a vida em frente, cocaína, brigas e homenagem. A formação da banda foi aquela conhecida por todos os seus fãs e a considerada clássica: MICK FLEETWOOD (Bateria / Percussão), JOHN MCVIE (Baixo), CHRISTINE MCVIE (Teclados / Vocal), LINDSEY BUCKINGHAM (Guitarra / Vocal) e STEVIE NICKS (Vocal). As letras são todas da banda, que apesar das brigas e troca de farpas, foram profissionais e conseguiram finalizar o disco.

FAIXAS:

  1. “Second Hand News” (Lindsey Buckingham) – 2:56
  2. “Dreams” (Stevie Nicks) – 4:14
  3. “Never Going Back Again” (Buckingham) – 2:14
  4. “Don’t Stop” (Christine McVie) – 3:13
  5. “Go Your Own Way” (Buckingham) – 3:38
  6. “Songbird” (C. McVie) – 3:20
  7. “The Chain” (Buckingham / Nicks / C. McVie / Mick Fleetwood / John McVie) – 4:30
  8. “You Make Loving Fun” (C. McVie) – 3:31
  9. “I Don’t Want To Know” (Nicks) – 3:15
  10. “Oh Daddy” (C. McVie) – 3:56
  11. “Gold Dust Woman” (Nicks) – 4:56

Falar de um clássico desses é um prazer, pois as músicas são ótimas e mostram toda a qualidade, talento e habilidade dos músicos da banda. Certamente uma das canções mais conhecidas da banda é “Dreams“, uma canção que fala do final do relacionamento de Stevie Nicks com Lindsey Buckingham, uma bela canção, melodia harmoniosa e casa muito bem com o vocal singular de Nicks, que a fez ter muito sucesso e respeito no meio musical. Ela fala que escreveu a canção em apenas uma tarde, após um dia sem nada pra fazer no estúdio. A canção fez muito sucesso nos EUA, chegando a atingir o topo das paradas musicais, sendo uma das mais queridas pelos fãs da banda. “Don’t Stop” é uma composição de Christine McVie em relação ao término do casamento com John McVie, após oito anos de relacionamento, onde ela fala em seguir em frente após esse problema e levar a vida sem olhar pra trás. Canção cantada em dueto por Christine e Buckingham e que ao longo dos anos foi muito lembrada, tanto que em 1992 foi escolhida como tema durante a campanha de Bill Clinton nas eleições americanas para presidente da república. Após a vitória, o presidente Bill Clinton convenceu o Fleetwood Mac, então separado, a tocar junto em seu baile inaugural. Mesmo depois do final de seu mandato, Clinton usou a música em outras oportunidades: em 2000, 2004, 2008 e 2012. “Go Your Own Way” é a resposta de Lindsey Buckingham à Stevie Nicks em “Dreams” e que resposta! Uma verdadeira porrada, que na época dos shows do Mac era notório o descontentamento de Nicks na hora que essa canção era tocada, tanto que ela encarava descaradamente o guitarrista. Foi uma verdadeira guerra, pois ela exigiu que ele tirasse alguns versos da canção, o que não foi feito. Buckingham conheceu Nicks desde os dezesseis anos de idade e após o término do relacionamento ele sofreu muito, inclusive tendo que em nome da banda, fazer canções para que ela cantasse e isso não o agradava em nada. Farpas à parte, temos aqui uma grande canção de Rock e mostra todo o talento de Buckingham, que além de cantar, toca guitarra na canção e mostra um excepcional solo de guitarra no final. Está entre as 500 músicas do Rock And Roll Hall of Fame. “The Chain” não foi lançada como single, mas é sem dúvidas uma das canções mais conhecidas da banda e a única desse disco que foi creditada à todos os integrantes do Fleetwood Mac. Ela fala sobre a corrente que manteve todos integrantes da banda unidos ali, mesmo com todas as dificuldades que tinham naquele momento. É uma canção que começa num ritmo bem Folk, Country e que na sua segunda parte muda totalmente de arranjo e vem o mais puro Rock N’ Roll, com toda a banda muito afinada, mas destaca-se a famosa linha de baixo de John McVie que juntada à bateria intensa de Mick Fleetwood, os vocais e solo espetacular de guitarra de Lindsey Buckingham, dão à alma dessa canção fantástica que já foi usada várias vezes em filmes, documentários, shows, novelas (É a trilha sonora de abertura da novela O Sétimo Guardião, da Rede Globo), mas ela ficou muito conhecida mesmo foi graças ás corridas de F-1 que a BBC de Londres transmite, pois durante 1978 até 1997 e depois de 2009 até os dias de hoje, essa canção é usada como tema de abertura nas transmissões pela TV. É um dos grandes clássicos do Mac e da história do Rock. “You Make Loving Fun” é mais um grande sucesso do álbum e fala sobre um caso que Christine McVie teve com um diretor de iluminação da banda, mas ela disse ao seu então marido, John McVie, que era sobre seu cachorro. Anos depois ele descobriu a verdade. As sessões de gravações eram regradas à muita cocaína, o que impactou no desenvolvimento da canção e Christine desenvolveu todo o arranjo por conta própria, durante a ausência de Buckingham, que mais uma vez mostra todo seu talento como guitarrista. Outras canções que merecem serem citadas são “Songbird”, uma lindíssima balada e “Never Going Back Again”, mostrando o estilo Folk / Country de Buckingham.

Fleetwood Mac Rumours

Apesar de todo o clima ruim entre os integrantes durante aquele período, o que acabaria sendo também uma marca registrada da banda, pois até hoje se têm problema com algum deles (Lindsey Buckingham foi expulso da banda em 2017), o Mac continua na estrada e faz sua turnê de despedida após mais de 50 anos de carreira. O legado está aí e serve de fonte de inspiração para muita gente que deseja ter música de qualidade como referência. Pena que no Brasil a banda não tenha o mesmo reconhecimento que teve fora daqui, principalmente nos Estados Unidos e Europa, mas vale muito a pena ouvir esse grande clássico do Rock e ver como se faz música de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *