Romantismo com “… But Seriously”,de PHIL COLLINS.

Phillip David Charles Collins, ou simplesmente Phil Collins, foi baterista e vocalista da banda inglesa Genesis e desde 1981 se lançou em carreira solo muito bem sucedida com inúmeros sucessos. Em 20.11.1989, Collins lançou seu quarto álbum de estúdio, “…But Seriously”, que emplacou vários hits e conta com um dos maiores sucessos do cantor, “Another Day In Paradise”. O disco vendeu mais de 22 milhões de cópias pelo mundo todo, sendo o álbum mais vendido no Reino Unido em 1990, ganhou diversos prêmios e ficou em primeiro lugar nas paradas da Billboard EUA.

O disco conta com 12 faixas em aproximadamente 59:42 minutos, com letras abordando temas como amor, relacionamentos, política e socioeconômicos. Tem muita coisa pessoal de Collins e esse disco marca essa mudança dos tipos de composições. Obviamente que as baladas estão no disco e elas fizeram muito sucesso. Para esse álbum, Collins que além de cantar, tocar bateria, teclados e percussão, contou com Daryl Stuermer (Guitarra), Leland Sklar (Baixo) e a banda The Phoenix Horns. Todas as faixas foram escritas por Phil Collins, exceto onde indicado.

Phil Collins But Seriously

Faixas:

  1. “Hang In Long Enough” – 4:44
  2. “That´s Just The Way It Is” – 5:20
  3. “Do You Remember?” – 4:36
  4. “Something Happened On The Way To Heaven” (Phil Collins, Deryl Stuermer) – 4:52
  5. “Colours” – 8:51
  6. “I Wish It Would Rain Down” – 5:28
  7. “Another Day In Paradise” – 5:22
  8. “Heat On The Street” – 3:51
  9. “All Of My Life” – 5:36
  10. “Saturday Night and Sunday Morning” (Phil Collins, Tomas Washington) – 1:26
  11. “Father To Son” – 3:28
  12. “Find a Way To My Heart” – 6:08

O primeiro single lançado foi aquele que talvez seja seu maior sucesso em carreira solo, “Another Day In Paradise”, onde Collins fala da dificuldade das pessoas que não tem um lar e passam necessidades. Collins canta em terceira pessoa nessa música e em seu videoclipe tem diversas cenas de pessoas necessitadas mundo afora.

AC/DC transforma luto em sucesso com “Back In Black” (1980)

“Off The Wall”, um divisor de águas na carreira do Rei do Pop, MICHAEL JACKSON!

A canção se tornou um enorme sucesso mundial e um clássico dos anos 80, sendo 1º lugar nas paradas de sucesso americanas e ganhou diversos prêmios, porém, Collins foi muito criticado pela música, já que ele é um milionário e foi considerado desqualificado pela imprensa, para falar de pobreza. Logo em seguida saiu “I Wish It Would Rain Down” uma balada que virou um grande sucesso e que conta com uma presença ilustre nas guitarras, Eric Clapton.

Phil Collins But Seriously

“Something Happened On The Way To Heaven” foi lançada logo em seguida e é mais uma balada de Collins, num estilo mais Rock N´ Roll e cujo videoclipe é bem engraçado, que fala da aventura de um cachorro sonhando em estar num filme e que depois acaba participando de uma passagem de som da banda.

“That´s Just The Way It Is” foi mais um single do álbum, uma balada, mas fala de uma forma bem interessante das questões de guerra na Irlanda do Norte, é uma das letras mais fortes do disco e que conta com o dueto com David Crosby, da banda Crosby, Stills, Nash & Young, uma bela canção e muito bem recebida pela crítica.

“…But Seriously” (1989) – PHIL COLLINS

“Hang In Long Enough” é uma canção num estilo mais pop, funk e não teve o mesmo sucesso das anteriores e sua letra fala de relacionamentos. O último single lançado foi “Do You Remember?”, mais uma balada de Collins que é muito boa, mas não teve muito sucesso nas paradas. Outras canções que merecem destaque são: “Colours” que tem mais de 08 minutos e fala da opressão de negros na África do Sul, com o Apartheid e “Father To Son” que Collins escreveu para seu filho Simon, cuja letra é bem inspiradora.

O que podemos ver em “…But Seriously”, como já diz o próprio nome do álbum, é um Phil Collins mais sério, abordando novos temas e saindo um pouco da linha mais pop, com um tom melancólico em algumas letras e bem maduro em outras. Grande sucesso do cantor, é um disco muito bem trabalhado e com as sempre belas baladas de Collins. Vale a pena ouvir todo o disco e certamente é um dos preferidos dos fãs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *