“O GRANDE ENCONTRO” da música nordestina (1996)

Em 1996 os estilos de música predominantes nas rádios brasileiras eram o sertanejo e o axé. Porém, a MPB também deu suas caras naquele ano graças a uma reunião de amigos de longa data. Em clima de festa, os pernambucanos ALCEU VALENÇA e GERALDO AZEVEDO estavam acompanhados dos paraibanos e primos ZÉ RAMALHO e ELBA RAMALHO. A reunião começou totalmente despretensiosa, mas que em pouco tempo se tornaria uma das mais bem sucedidas da nossa Música Popular Brasileira.

Estou falando do projeto “O Grande Encontro“, que foi devidamente registrado em CD e gravado na casa de shows Canecão no Rio de Janeiro. Esse álbum acabou vendendo mais de 1 milhão de cópias e geraria mais dois em sequencia. No entanto, o único encontro com os quatro amigos seria somente nesse disco.

O Grande Encontro

“O Grande Encontro” celebra a música nordestina

São 16 faixas em aproximadamente 60 minutos. Estão recheadas de música de qualidade, cheias de influencia regional, somente com voz e violão, com o quarteto tocando vários de seus grandes sucessos.

Todos cantaram e tocaram violão no álbum. Também foram incluídos sucessos de outros nomes da música brasileira. Entre eles Luiz Gonzaga, Raul Seixas, Caetano Veloso, Chico Cesar, Fausto Nilo e até uma versão de Bob Dylan.

FAIXAS:

  1. “Sabiá” (Luiz Gonzaga / Zé Dantas) – 3:34
  2. “Coração Bobo” (Alceu Valença) – 4:12
  3. “Jacarepaguá Blues (Zé Ramalho) – 2:36
  4. “Pelas Ruas Que Andei” (Alceu Valença / Vicente Barreto) – 4:00
  5. “Talismã” (Geraldo Azevedo / Alceu Valença) – 3:07
  6. “O Ciúme” (Caetano Veloso) – 4:00
  7. “Dia Branco” (Geraldo Azevedo / Renato Rocha) – 2:46
  8. “O Amanhã é Distante (Tomorrow Is a Long Time)” (Bob Dylan / Versão: Geraldo Azevedo) – 3:35
  9. “Admirável Gado Novo” (Zé Ramalho) – 5:16
  10. “O Trem das 7” (Raul Seixas) – 3:10
  11. “Chão de Giz” (Zé Ramalho) – 4:48
  12. “Veja (Margarida)” (Vital Farias) – 3:46
  13. “A Prosa Impúrpura do Caicó” (Chico Cesar) – 2:34
  14. “Tesoura do Desejo” (Alceu Valença) – 4:07
  15. “Chorando e Cantando” (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo) – 3:38
  16. “Banho de Cheiro / Frevo Mulher” (Carlos Caetano / Zé Ramalho) – 3:58
O Grande Encontro

Luiz Gonzaga é lembrado em “O Grande Encontro”

Como esse álbum só tem sucesso, vamos comentar algumas faixas especialmente e falar de sua relevância. O álbum já abre com “Sabiá”, uma obra-prima do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, que conta com os quatro artistas cantando e ficou maravilhosa da forma que foi gravada.

A história dessa canção é belíssima. Fala de um apelo do compositor ao sabiá, ave símbolo do Brasil, para que ele encontre seu amor que está sumido pelo mundo. A canção que já era linda ganhou mais essa versão maravilhosa.

Zé Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Elba Ramalho juntos

“Coração Bobo” é um dos grandes sucessos da carreira de Alceu Valença e nessa versão ele ganha a companhia de Zé Ramalho nos vocais. É mais uma bela canção de amor da nossa MPB.

“Jacarepaguá Blues” é um grande sucesso de Zé Ramalho no qual ele retrata toda a seu sofrimento e paixão pelo Rio de Janeiro. Porém, nessa versão quem canta é Alceu e ele levou o público às gargalhadas graças à sua interpretação fantástica. Logo depois ele emenda com “Pelas Ruas Que Andei”.

“Eu Canto / Quem Viver Chorará” um dos melhores álbuns de FAGNER.

MPB de qualidade! SECOS & MOLHADOS com seu brilhante disco de estreia.

“Dia Branco” é um dos grandes sucessos da carreira de Geraldo Azevedo e quem canta dessa vez é Elba Ramalho, dando um show de interpretação na canção doce e romântica de Geraldo. Esta canção está que já embalou diversos casamentos Brasil afora e teve inspiração nas canções de George Harrison, ex guitarrista dos Beatles.

Zé Ramalho emplaca uma sequencia com alguns de seus clássicos, levando o público ao delírio, começando com “Admirável Gado Novo” grande hino e cuja letra faz críticas ao governo militar que deu as costas para o povo do campo, deixando-o à margem da sociedade e à mercê da ignorância.

Zé Ramalho canta nesse disco com toda sua maravilhosa energia e interpretação. Ao lado dele a plateia canta junto e leva a música à perfeição. Um dos grandes momentos do disco.

“O Grande Encontro” homenageia Raul Seixas

O grande Raul Seixas também foi lembrado nesse álbum. Zé Ramalho canta “O Trem das 7″, clássico de Raulzito e que fala da compreensão da morte e da eternidade. Desde o início da canção já emociona com Zé fazendo a apresentação do grande Raul.

Mais um grande momento do show e pra fechar a sequencia com chave de ouro ele e a prima Elba cantam “Chão de Giz”, um dos maiores sucessos de sua carreira.

ALCEU VALENÇA – CAVALO DE PAU

Na complexidade de sua letra, a canção fala sobre um relacionamento frustrado que Zé teve com uma mulher mais velha e casada em sua juventude. Ele ficou arrasado após o término do relacionamento. Quando ele estava sofrendo, tinha o costume de espalhar pelo chão todas as coisas que lembravam o caso dos dois. O chão de giz mostra como o relacionamento era fútil.

Fechando o álbum temos um mix de “Banho de Cheiro e Frevo Mulher”, com todos os quatro artistas cantando a música. Em um clima bem animado eles trazem a plateia pra cantar junto esses clássicos da música nordestina.

Disco “O Grande Encontro” é discografia básica da MPB

Talvez nem Zé Ramalho quanto Geraldo Azevedo pudessem imaginar o quanto “O Grande Encontro” faria sucesso, já que inicialmente seriam só eles dois.

Após Alceu e Elba assistirem a um show deles, propuseram fazer um quarteto e o resultado foi um projeto muito bem sucedido, aclamado por crítica e público, com três álbuns e vários shows pelo país.

Vale a ressalva que após esse álbum, Alceu Valença não participaria dos outros dois seguintes e só voltaria a se encontrar novamente com o trio em 2016.

Foi para comemorar e gravar mais um álbum, “O Grande Encontro – 20 Anos”, mas já sem Zé Ramalho, que optou por fazer shows comemorativos aos seus 40 anos de carreira e por achar que a trilogia já era o suficiente pra ele.

“O Grande Encontro” é clássico da MPB e discografia básica para os amantes da boa e velha música brasileira de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *