“Imagine”, o maravilhoso álbum de JOHN LENNON.

Após o final dos Beatles, em 1970, John Lennon gravou alguns discos experimentais com a parceria da sua esposa, Yoko Ono. No entanto, ainda não era o que ele queria de fato. John Lennon desejava se desapegar da famosa parceria com Paul McCartney e não queria mais gravar nada em parceria, queria gravar músicas sozinho.

Em 09.09. 1971. ele lançou nos Estados Unidos seu segundo álbum de estúdio, “Imagine”. O disco se tornou um dos seus maiores sucessos e um dos seus álbuns mais vendidos. Na época das gravações do álbum, Lennon estava bem envolvido em causas sociais e políticas. Richard Nixon, presidente dos Estados Unidos na época, perseguiu Lennon e queria impedi-lo de viver nos EUA.

John Lennon também tinha problemas judiciais com a gravadora Apple e seu ex-companheiro de banda, Paul McCartney. Lennon se dizia atacado por Paul, que em seu álbum “Ram” (1971) teria feito referência a ele em uma música. Tudo isso acabou afetando profundamente o clima do álbum e diretamente nas letras. Isso pode ser visto claramente.

Em Imagine John Lennon se inspirou em livro de Yoko Ono

São 10 faixas em aproximadamente 40 minutos de sensações diversas que vão desde muita introspecção, autobiografia, ódio, melancolia. Tudo isso contrastando com muito amor, alegria e paz. Lennon mostrava mais uma vez todo seu talento em compor e interpretar. Ele estava acompanhado de excelentes músicos. Para esse álbum ele trabalhou com Klaus Voormann (Baixo), King Curtis (Saxofone), Alan White, Jim Gordon e Jim Keltner (Bateria), Nicky Hopkins (Piano) e seu velho amigo dos tempos dos Beatles, George Harrison, nas guitarras.

O nome “Imagine” foi dado devido a um livro que Lennon estava lendo durante uma viagem de avião. O livro foi escrito por Yoko Ono, “Grapefruit”, no qual nos versos ela falava de diversas ideias que sempre começavam com a palavra “Imagine”. Todas as faixas foram compostas por Lennon, porém, a canção “Oh My Love” teve a composição dupla entre John e Yoko.

Imagine John Lennon

Faixas:

  1. “Imagine” – 3:01
  2. “Crippled Inside” – 3:47
  3. “Jealous Guy” – 4:14
  4. “It´s So Hard” – 2:25
  5. “I Don’t Want To Be a Soldier” – 6:05
  6. “Gimme Some Truth” – 3:16
  7. “Oh My Love” – 2:50
  8. “How Do You Sleep?” – 5:36
  9. “How?” – 3:43
  10. “Oh Yoko!” – 4:20

Imagine é um belo hino pacifista

Falando dos grandes hits desse álbum, logo de saída tem uma daquelas canções que viram sucesso imediato e ficam marcadas para toda a história: “Imagine”. A faixa título do álbum é um verdadeiro hino pacifista. Nele Lennon fala de um mundo melhor, sem distinções entre raças, sem guerras, sem fronteiras, onde todos podem viver em paz.

Com uma letra simples e direta, além do arranjo belíssimo feito pelo produtor Phil Spector, a canção se tornou um dos maiores sucessos da carreira solo de John Lennon. E apesar dele não colocar nos créditos, Yoko Ono também teve sua participação na faixa, o que Lennon viria a admitir anos mais tarde.

É uma das canções mais tocadas no século XX e uma das mais regravadas de todos os tempos. No dia do lançamento do álbum no Reino Unido, em 08.10.1971, Lennon foi chamado de hipócrita por muita gente. Naquela época ele morava numa grande e bela casa, rodeada de jardins. Enquanto que na letra da música ele falava em não haver posses entre as pessoas.

THE BEATLES com o maravilho Abbey Road.

“All The Best!” coletânea do mito PAUL McCARTNEY.

A música Jelous Guy foi inspirada em viagem dos Beatles à Índia

“Jealous Guy” foi outro grande sucesso do álbum. Começou a ser escrita por Lennon ainda na época dos Beatles. Porém, com outro nome, “Child Of Nature”, e não foi para o famoso “White Album” dos Beatles. Lennon fala que a letra foi inspirada na época em que os Beatles estavam na Índia, em seu retiro espiritual com Maharishi Mahesh Yogi. A partir daí ele passava a refletir toda sua vida e seus sentimentos, além de seus problemas como Homem e marido.

“Jelous Guy” mais uma canção de Lennon muito regravada. Uma das versões mais conhecidas é a da banda inglesa Roxy Music, que a regravou em fevereiro de 1981. Foi uma homenagem a John, que morreu em dezembro de 1980 e teve muito sucesso nas paradas.

John Lennon faz críticas a Paul McCartney em Imagine

“How Do You Sleep?” é uma canção muito polêmica. Nela se vê todo o ódio que Lennon tinha naquele momento contra o seu ex-amigo, companheiro de banda e parceiro de composições, Paul McCartney. Em seu álbum “Ram” (1971), Paul alfinetou Lennon nas letras da canção “Too Many People”.

George Harrison toca guitarra nessa música e Ringo Starr visitou John durante a gravação dessa faixa. Quando Ringo ouviu a canção fez o seguinte comentário a Lennon: “É o suficiente, John”. Anos depois Lennon e McCartney voltariam a ser amigos.

“How?” é mais uma canção de sucesso do álbum. É mais uma das canções na qual Lennon mostra seu passado traumático, inseguro e cheio de dúvidas pessoais. A canção tem um belo arranjo feito novamente por Phil Spector. Teve também várias regravações ao longo dos anos. Uma das mais famosas é a do “Príncipe das Trevas”, Ozzy Osbourne, vocalista do Black Sabbath em 2010.

Imagine é um clássico da história da música

Sem dúvidas, “Imagine” é um divisor de águas na carreira solo de John Lennon. Ele fez exatamente o que queria: fazer suas próprias canções sem ter que dividir créditos. Além disso, ele demonstrou nesse trabalho todo o seu lado íntimo e pessoal, mostrava coisas que antes nos Beatles não se via em suas composições. Talvez seja o seu álbum mais autobiográfico dele. Mesmo passados mais de 40 anos de seu lançamento, suas letras mantém-se muito atuais se comparadas ao atual cenário mundial.

Em 1972, foi lançado um filme promocional do álbum com imagens de John Lennon e Yoko Ono em suas propriedades no Reino Unido e em Nova Iorque. No ano de 2003 ele foi reeditado e lançado com uma nova mixagem em CD de ouro com 180 gramas. “Imagine” é um grande clássico da história da música e tem muita importância na trajetória de Lennon após sua saída dos Fab Four.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *