Donna Summer, a eterna Rainha da Disco Music

DONNA SUMMER: DO ROCK À DISCO MUSIC

Primeiramente, vamos falar que LaDonna Adrian Gaines, antes de se tornar a “Rainha da Disco”, Donna Summer, começou em coral de igreja e depois foi pro rock psicodélico. Summer foi vocalista de uma banda chamada Crow, isso em 1967.

Depois que a banda acabou, ela decidiu fazer um teste para atuar num musical chamado Hair e graças a isso, acabou mudando-se para Munique, na Alemanha, onde lá ficou por anos.

Ela não deixou de cantar, mas além da música, ganhava a vida também fazendo trabalhos como modelo e numa dessas, ela conheceu o produtor italiano Giorgio Moroder e o inglês Pete Bellote. Ambos começaram a trabalhar e isso mudaria a vida dela para sempre.

NASCE UMA ESTRELA

Contudo, em 1974, foi criada uma parceria entre Bellote, Moroder e Summer, que assinou com um selo, o Oasis. Um detalhe importante era que ela era chamada de Donna Sommer, pois usava o sobrenome do ex-marido, Helmuth Sommer.

Graças a um erro de grafia na capa do álbum “Lady Of The Night” (1974), que ela se tornou Donna Summer e o nome pegou.

Em 1975, Summer trabalhou numa música que se chamaria “Love To Love You” e depois que essa canção chegou ao ouvido do presidente da gravadora Casablanca Records, ela assinou um contrato e dali em diante se tornou muito conhecida.

ANOS DE OURO

Logo depois, Summer começou a fazer muito sucesso nas paradas americanas da Billboard e no mundo todo, além disso, surgia um novo ritmo oriundo das discotecas, a Disco Music, e em pouco tempo, Donna Summer seria consagrada a rainha desse estilo.

A canção “I Feel Love” (1975), teve um impacto direto na disco music e em toda a cena eletrônica que viria a seguir, sendo considerada por muitos como a canção que revolucionou a cena dance e influenciou diversos artistas posteriores.

TENSÃO COM A GRAVADORA

Apesar de todo sucesso na cena disco, Summer queria gravar outros estilos, mas sua gravadora era contra e inevitavelmente as tensões entre as partes começaram a aparecer.

Ela saiu da Casablanca Records e foi para a Geffen, onde teve um período bom e saiu posteriormente para a Warner Bros, tendo sucesso em 1989 com o álbum “Another Place and Time”.

Uma curiosidade é que ela teve muito sucesso com o álbum “She Works Hard For The Money” (1983) e esse disco foi gravado para pagar a dívida de um disco que ela tinha ainda com a sua antiga gravadora, a Casablanca.

A Rainha da Disco Music, DONNA SUMMER e seu épico “Bad Girls” (1979)

“Saturday Night Fever Soundtrack” (1977), álbum que eternizou a Disco Music!

ANOS SEGUINTES

Posteriormente, Donna Summer continuou gravando discos, fazendo shows e tendo reconhecimento da mídia. Ela continuou fazendo sucesso mesmo após o auge na disco music, um caso raro entre os artistas dessa cena.

MORTE

Por fim, a Rainha da Disco morreu em 17.05.2012, aos 63 anos, vítima de câncer de pulmão. Ela vendeu mais de 100 milhões de discos, ganhou cinco Grammys e se tornou uma lenda. Uma das maiores cantoras da história.

FOTO: ACERVO.OGLOBO.GLOBO.COM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *