As Boy Bands e o fenômeno NEW KIDS ON THE BLOCK.

O MUNDO POP E AS BOY BANDS

As décadas de 70 e 80 foram muito importantes na história da música pop. Naqueles tempos, diversos artistas apareceram e fizeram muito sucesso, outros se consolidaram e fizeram história, caso principal do eterno Rei do Pop, Michael Jackson, e da Rainha do Pop, Madonna.

Porém, um outro fenômeno acabaria sendo fundamental na indústria do pop, as Boy Bands, que tinham (e têm até hoje) uma fórmula simples que consiste em colocar garotos entre os 12 a 20 anos, que em sua maioria só cantam e dançam, voltados para atrair o público feminino.

O COMEÇO DO NEW KIDS ON THE BLOCK

Das Boy Bands dos anos 80 algumas merecem destaque como os porto-riquenhos do Menudo e os americanos do New Edition, que tinham como empresário o americano Maurice Starr, que pouco tempo depois gerenciaria uma outra banda de R&B, mas dessa vez só com garotos brancos, que foi o New Kids On The Block, que se tornou um verdadeiro fenômeno mundial.

A aposta de Starr na banda começou em 1986 quando ele recrutou cinco garotos: Os irmãos Jordan e Jonathan Knight, Danny Wood e os irmãos Donnie e Mark Wahlberg (ele mesmo, o ator de Hollywood). Pouco tempo depois, Mark não se agradou do estilo musical e saiu, dando lugar para o mais jovem membro da banda, Joey McIntyre.

NEW KIDS ON THE BLOCK – “Step By Step” (1990) / Columbia Records

Faixas:
1 – “Step By Step” (Maurice Starr)– 4:29
2 – “Tonight” (Al Lancellotti / Starr) – 3:28
3 – “Baby, I Believe In You” (Starr) – 4:42
4 – “Call It What You Want” (Starr) – 4:12
5 – “Let´s Try It Again” (Starr) – 3:53
6 – “Happy Birthday” (Michael Jonzun / Starr) – 2:48
7 – “Games” (Donnie Wahlberg / Starr) – 3:29
8 –“Time Is On Your Side” (Lancellotti / Starr) – 3:49
9 – “Where Do I Go From Here?” (Starr) – 3:50
10 – “Stay With Me Baby” (Starr) – 4:21
11 – “Funny Feeling”(Starr) – 3:50
12 – “Never Gonna Fall In Love Again” (Danny Wood / T. Ra / Taharqa Aleem / Starr)  – 5:07

Os New Kids On The Block estrearam em 1986 e lançaram mais um disco até o final da década. Porém, o sucesso mundial só viria mesmo em 05.06.1990, quando lançaram seu terceiro disco, que foi sua obra prima e seu álbum mais vendido até hoje, “Step By Step”, que os colocou no topo do mundo por pelo menos cinco anos.

O álbum foi lançado pela Columbia Records e conta com 12 faixas em aproximadamente 48 minutos do mais puro pop romântico misturado com canções mais dançantes e letras que em sua maioria basicamente falam de amor, relacionamentos e aventuras, coisas bem típicas dos jovens.

A formação clássica da banda gravou esse álbum: Jordan, Jonathan, Danny, Donnie e Joey, com eles tendo uma liberdade criativa maior, tocando até alguns instrumentos, produzindo e co-escrevendo algumas das canções. Maurice Starr produziu o álbum e compôs a maioria das faixas. No entanto, logo após esse disco ele parou de produzir o grupo.

GRUPO DOMINÓ 1987

Dentre os maiores hits do álbum, destacamos logo de cara a faixa título “Step By Step”, que é a primeira do disco e talvez tenha se tornado o maior sucesso da banda até os dias de hoje. A música cantada por Jordan Knight fala do passo a passo que ele vai ter até conquistar sua garota, sempre num ritmo bem dançante e contagiante.

“Step By Step” foi o primeiro single lançado e foi um dos mais vendidos da década de 90. O videoclipe mostra o grupo em vários cenários, dançando e cantando, além de ter a aparição de Mark Wahlberg, ex-membro da banda.

Logo depois vem “Tonight”, que fala das aventuras e relacionamento da banda com seus fãs, da união entre ambos. Foi o terceiro single lançado e mais um enorme sucesso.

A essa altura o New Kids já estava no topo do mundo e a canção ajudou ainda mais a aumentar o consumo dos fãs pela banda, que aproveitou a oportunidade para capitalizar e vendia de tudo, desde lancheiras, camisetas, gibis, bonecos, figurinhas e até um desenho animado para televisão eles tiveram. Também houve um videoclipe de promoção para a canção, nos mesmos moldes de “Step By Step”.

Outra canção conhecida do disco é “Games”, que já vem numa levada mais hip hop e com a letra fugindo mais do básico. De uma certa forma é um manifesto contra os críticos que naqueles tempos atormentaram muito a banda.

OS PROBLEMAS

Um exemplo disso foi em 1992 quando Gregory McPherson, um professor de música da universidade americana Berklee College Of Music, que trabalhou com a banda em “Step By Step”, processou Maurice Starr.

“The Joshua Tree” (1987), clássico absoluto do U2!

“Violator” (1990), uma obra-prima do DEPECHE MODE!

Menudo: em 1984, a maior boy band da América Latina.

Ele falou que o New Kids On The Block era uma farsa, pois eles não cantavam, apenas dublavam e que Starr era o responsável pelos vocais. Essa acusação caiu como uma bomba no grupo, que estava em turnê mundial, tendo voltado imediatamente da Austrália e se apresentado ao vivo no programa The Arsenio Hall Show, a fim de mostrar que realmente eram eles que cantavam.

O grupo fez uma apresentação ao vivo de seus sucessos e depois na entrevista (junto com Maurice Starr) eles admitiram que cantavam com uma faixa de apoio durante apresentações ao vivo e também admitiram que Starr participou harmonicamente em alguns backing vocals. A banda processou Gregory McPherson.

Meses depois, McPherson retirou o processo contra Starr e admitiu que os rapazes realmente faziam os vocais de suas canções, Mas o estrago já estava feito, pois foi na mesma época que descobriram que a dupla pop Milli & Vanilli eram apenas dubladores e a imprensa não os perdoou, acabando com a carreira da dupla.

RECORDES, NOVOS TEMPOS, FIM E RECOMEÇO

O New Kids On The Block acabou sofrendo com a fama de dubladores. Somado a isso, os tempos musicais já não eram os mesmos e o pop estava decaindo nos anos 90, perdendo espaço principalmente para o grunge, tendo o Nirvana como principal nome. A banda ainda gravaria mais um disco e em 1994 acabaria, voltando novamente em 2008.

Outras canções interessantes do disco são “Call It What You Want”, bem dançante e as baladas “Let´s Try It Again” e “Time Is On Your Side”.

O New Kids On The Block continua na estrada, mas nem de perto lembra aquele fenômeno que foi no início dos anos 90, onde estavam em toda parte, vendiam todo tipo de coisa e colecionavam fãs e mais fãs mundo afora.

Para se ter uma ideia disso, o grupo realizou cerca de duzentos shows por ano, com uma turnê mundial chamada The Magic Summer Tour, patrocinada pela Coca-Cola. A turnê arrecadou 133 milhões de dólares, tornando o grupo a banda de maior bilheteria dos EUA naquela época e uma das turnês de maior bilheteria da década.

A turnê teve uma participação geral de 3,2 milhões de pessoas. O especial pay-per-view de 1990 quebrou a história da TV a cabo na época e os fãs clubes do grupo passavam dos 200 mil membros, um dos maiores dos Estados Unidos. Além disso, em 1991 foram os artistas mais bem pagos dos EUA, à frente de Michael Jackson e Madonna.

“Step By Step” é um dos discos pop mais vendidos de todos os tempos, passando dos 20 milhões de cópias e foi o responsável por um fenômeno que invadiu o mundo, onde o que se viu foi uma procura enlouquecida pela banda e por tudo aquilo que ela comercializava, o que também acabou os atrapalhando artisticamente no futuro.

Houve uma saturação da imagem da Boy Band e isso foi minando o grupo em rádios, programas de tv e outros eventos. Vale a pena ouvir e relembrar bons tempos da música pop, tempos que havia uma histeria generalizada das meninas atrás dos hoje cinquentões (quase todos) do NKOTB, mas não tinha essa onda louca de redes sociais que temos hoje. Imagina se tivesse.

4 thoughts on “As Boy Bands e o fenômeno NEW KIDS ON THE BLOCK.

  • em
    Permalink

    Thanks Pattie, you´re always welcome here

    Resposta
  • em
    Permalink

    Thanks Andria, a lot of informations that the people doesn´t know. Always come back

    Resposta
  • em
    Permalink

    Thanks Lory, always come back here

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *